A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte IX

O estoque da Doomzera reta e direta chegou ao fim, pelo menos por enquanto, meus parabéns aos que chegaram até aqui sem pular nenhum dos atos, nenhuma das partes, caso vocês tenham encontrado algo que lhes fizeram a mente, quer dizer que o tempo investido aqui não foi perdido, meus parabéns! 2015 - Alemanha. Esse …

Continue lendo A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte IX

Anúncios

A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte VIII

2014 - Colômbia. Após uma demo em 2015, o trio Wartime debuta no ano seguinte, seu som sabbathico e crú, pode ser apreciado sem dó nem piedade. 2014 - EUA. Vista sua calça boca de sino, sua lupa de lentes redondas e armação prateada, uma camisa preta surrada, não esquece o bigode, se não fores …

Continue lendo A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte VIII

A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte VII

2014 - Chile. Daquelas bandas que passam desapercebidas e se perdem, com apenas um disco lançado, encerraram suas atividades. O som é rústico, cantado em espanhol, a rifferama seguindo a cartilha, temática e marretação. https://www.youtube.com/watch?v=FytaanDiS_Y 2014 - Holanda. One-man-band na fita, uma sonoridade interessante que intercala a onda mais tristonha com a rudeza do clássico. …

Continue lendo A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte VII

A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte VI

2013 - Austrália. Criada das cinzas de Rote Mare, chegaram pra mandar aquele Doom reto e desfirulento, o debut auto-intitulado nasce em 2014, ouvia todo dia quando saiu esse disco, fede álcool e enxofre, aquele som encardido que lhe completa. A 2ª bica no meio do cu ganha vida dali 2 anos, aí os mano …

Continue lendo A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte VI

A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte V

2012 - Suécia. Sabbathismo é Mara. Um trio sem muita pretensão de porra nenhuma, chegou a lembrar os também suecos The Graviators, porém, Mara é mais rústico, mais visceral, até o momento, contam com apenas um disco no rolê. 2013 - Itália. Falando em rústico, visceral e sabbathico... a escola obscura "mama mia" se faz …

Continue lendo A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte V

A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte IV

2012 - EUA. Mais uma empreitada do tio Griffin (uma das mentes por trás da obra dos Pentagram), abraçando a guitarra e as vozes, sua sonoridade é a escola clássica da música pesada estadunidense em ação. 2012 - Itália. A grossura nos riffs retorna com este trio carrancudo, sabbathismo e fortes influências da escola sebosa …

Continue lendo A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte IV

A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte III

2011 - EUA. Lembro muito bem quando ouvi o disco de estreia desta banda, fruto de 5 cobras criadas no rolê metálico infra-mundo estadunidense, no disco em questão, imperou o mais puro creme da música rústica, é dolorido, é cortante e consegue chutar cus ao mesmo tempo, se tratando dessa última frase (que carrega o …

Continue lendo A continuidade do Doom Metal clássico, um mergulho no sub-mundo – Ato IV, 10’s – Parte III