Os destaques da década de 2010 – as migalhas do sludge/doom e doom/death tristonho

Pra encerrar essa onda de destaques da década passada trago algumas bandas de vertentes que se defasaram com o tempo (caso do doom/death meloso) ou que ainda não se popularizaram (sludge/doom), já o doom/death podrão nunca foi aclamado, nem no underground. O mais curioso é que surgiram inúmeras bandas de sludge/doom na década passada, acompanhei …

Continue lendo Os destaques da década de 2010 – as migalhas do sludge/doom e doom/death tristonho

Os destaques da década de 2010 – a galerinha do bem que toca stoner rock

Falar sobre stoner rock muitas vezes é um tiro no pé, tão antigo quanto o doom metal, outra verve em que os Sabbath meteram o dedo sem dó, entre outras bandas que agitaram os 70 com um som selvagem e pesado, fugindo um tanto da fritação sem fim que marcou aquela década. A cagada é …

Continue lendo Os destaques da década de 2010 – a galerinha do bem que toca stoner rock

Os destaques da década de 2010 – O lado mais tradicional do doom metal

O lado mais tradicional do doom metal permanece no mais profundo limbo do underground arrastado, é incrível como a sua verve mais primitiva (a 80's no caso) é renegada, é a mais impopular, fica facilmente atrás do funeral doom (que é completamente o oposto da sua raiz). Quando fui sacar o alcance das bandas nacionais …

Continue lendo Os destaques da década de 2010 – O lado mais tradicional do doom metal

Os destaques da década de 2010 – A nova onda do stoner/doom metal

A década passada foi marcada no rolê arrastado principalmente pelas bandas de stoner/doom, a tríade (Sleep, Cathedral e Electric Wizard) que serve até hoje de fonte  primária pros novos iniciados atingiu seu ápice e marcou fortemente todo aquele espaço de tempo. Algumas bandas alcançaram uma maior visibilidade no meio disso como; Samsara Blues Experiment (o …

Continue lendo Os destaques da década de 2010 – A nova onda do stoner/doom metal

Os destaques da década de 2010 – Parte I, a onda revival

A segunda década do segundo milênio foi simplesmente revolucionária quando o assunto é música lerda e chapada. Um aumento vertiginoso no número de bandas, novas velhas formulações postas em prática, o modernismo invadiu vários espaços nessa empreitada também, enquanto outras bandas foram se encontrar lá na fonte dessa maldição em forma de música. A facilidade …

Continue lendo Os destaques da década de 2010 – Parte I, a onda revival