REVIEW: Electric Moon – “Stardust Rituals” (2017)

 

 

emoon.jpg

(review por Matheus Jacques)
(thanks to Electric Moon for the stuff)

 

Electric Moon – “Stardust Service

Tracklisting:

1.The Loop
2.Stardust (The Picture)
3.Astral Hitch Hike
4.(You Will) Live Forever Now

 


 

Com uma bagagem recheada de jornadas psicodélicas flamejantes e entorpecedoras, a banda germânica Electric Moon vem prestando há mais de uma década um serviço fiel e dedicado ao Rock lisérgico, com um bom número de trabalhos prestando suntuosa ode à entropia entorpecida no currículo. E o novo ato de fumaça viajante se mostra com “Stardust Rituals”, lançado em Abril de 2017.  “Stardust Rituals” propicia uma das mais desvairadas e igualmente envolventes viagens já oferecidas  pela banda alemã. Permeado por faiscantes e tórridos devaneios guitarreiros, se apresenta um trabalho que nos envolve em uma atmosfera surreal de psicodelia nebulosa e serpenteante. Suave, porem potencialmente febril. Esse album pode ser seu veneno ou seu remédio, dependendo com que ouvidos e mente você se apresentara a ele. Quatro faixas de uma sonoridade que se divide entre a acalentadora brisa psicotrópica e mais venenosa ventania revestida de fuzz.

Como é corriqueiro no  trabalho da Electric Moon, temos longas e climáticas faixas que nos levam a territórios áridos e utópicos, com paisagens meditativas nos cercando à medida que caminhamos lânguidos e desavisados. Podemos seguir por longo tempo dentro de suas faixas sem uma espalhafatosa reviravolta ou quebra de andamento, apenas com uma hipnotizante vibe lisérgica a nos guiar em linha reta. Faixas como a de abertura “The Loop”  e seu acalentador Órgão ressaltam essa jornada linear por boa parte de sua duração, até que desvela pequenas “tempestades de areia” do meio do deserto ao nos jogar cálidos e retumbantes turbilhões sônicos gradualmente. Mais gradual ainda é a megalôntica faixa de encerramento “(You Will) Live Forever Now” com seus quase 23 minutos de duração, um pequeno épico do Psych/Space Rock que ressoa como um mantra catártico enveredando pelos mais obscuros recônditos de nossas mentes. Aos poucos, a canção vai se transmutando em um Leviatã galáctico prestes a devorar o cosmos e dissolvê-lo em suco gástrico psicotrópico sem pudores, culminando em um poderoso clímax vulcânico. E no meio disso, temos as ótimas “Stardust (The Picture)” e “Astral Hitch Hike” recheando o trabalho com 15 minutos de ora enfurecida, ora suave psicodelia. Destaque para a poderosa “Stardust”, que com seu belo fuzz e suas camadas vocais etéreas vai emanando ondas flamejantes de som derretendo o cérebro e dando aquela boa “fritada”.

Lançado pela Sulatron Records, “Stardust Rituals” se soma aos ótimos trabalhos anteriores da banda alemã Electric Moon, que mais uma vez demonstra uma capacidade impar em utilizar com maestria sonoridades e efeitos a fim de produzir uma apoteótica e envolvente música psicodélica. Com quatro faixas dignas da discografia da banda, eis minha visão sobre o saldo final: na pior das hipóteses, temos um dos melhores trabalhos psicodélicos/espaciais do ano. Na melhor delas, talvez o melhor trabalho já lançado pela Electric Moon. “Stardust…” é uma nave espacial sonora destruidora se movendo a todo vapor rumo ao Espaço Sideral, e uma audição quase obrigatória.

 


 

Electric Moon – Stardust Service (2017)
Data de Lançamento:
CD / LP / Digital
Sulatron Records
Arte da Capa: Mont Doom Design / Lulu Artwork
Mixado, Gravado e Produzido por: Sula Bassana (Dave Schmidt)


 

ELECTRIC MOON é:

Komet Lulu: Bass, Vocals, Effects
Marcus Schnitzler: Drums
Sula Bassana: Guitar, E-Sitar, Organ, Mellotron, E-Piano, Effects

 


 

Electric Moon
Electric Moon (BANDCAMP)
Sulatron Records
Sulatron Records (OFFICIAL)
Sulatron Records (BANDCAMP)
BUY “Stardust Service”

 

 

 

 

 


 

 

(TRANSLATION TO ENGLISH)

With a bag full of blazing psychedelic  and stoning trips the German band Electric Moon has been providing a faithful and dedicated service to lysergic Rock for more than a decade with a good number of works, providing a sumptuous ode to the stoned entropy on the curriculum. And the new traveling smoke shows itself with “Stardust Rituals”, released in April. “Stardust Rituals” provides one of the most wild and equally engaging travels ever offered by the german band. Permeated by sparks and torrid guiding reveries thealbum presents a work that surrounds us in a surreal atmosphere of nebulous and meandering psychedelia. Smooth but potentially febrile. This album may be your poison or your medicine, depending on what ears and mind you have presented yourself to. Four tracks of a sonority that divides between the chilling psychotropic breeze and more venomous gaze lined with fuzz.

As is usual with  Electric Moon we have long and climatic tracks that lead us to arid and utopian territories with meditative landscapes surrounding us as we walk languid and unsuspecting. We can go on for a long time within their tracks without a fussy twist or break of tempo, just with a mesmerizing, lysergic vibe to guide us straight. Tracks such as the opening “The Loop” and its Organ warmth emphasize this linear journey for much of its duration, until it reveals small sandstorms from the middle of the desert throwing us warm and resounding sonic whirls gradually. Yet more gradual  is the megalonic closing track “You Will Live Forever Now” with inearly 23-minute length, a small Psych / Space Rock epic that resounds like a cathartic mantra going through the darkest recesses of our minds. Gradually the song transmutes into a galactic Leviathan about to devour the cosmos and dissolve it into psychotropic gastric acids without modesty, culminating in a powerful volcanic climax. And in the middle of that, we have the great “Stardust (The Picture)” and “Astral Hitch Hike” filling the work with 15 minutes of sometimes enraged, sometimes soft psychedelia. Highlight to the powerful “Stardust” which with their beautiful fuzz and their ethereal vocal layers emanates flaming waves of sound melting the brain.

Released by Sulatron Records, “Stardust Rituals” joins to the great previous work of German band Electric Moon, which once again demonstrates an unparalleled ability to masterfully utilize sonorities and effects to produce an apotheosis and engaging psychedelic music. With four tracks worthy of the band’s discography, here’s my vision of the final balance: at worst we have one of the best psychedelic / spacey works of the year. At best, maybe the best work ever released by Electric Moon. “Stardust Service” is a destructive sound spaceship moving at full speed towards the Sidereal Space and an almost obligatory hearing.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.