A psicodelia no Doom Metal – Parte II

2008 – Itália. Rústico e chapado é o que define o som deste quarteto. Debutaram em 2011 com um play que irá te chapar as ideia sem muito esforço, em 2015 nasce o seguinte, é a escola italiana em movimento, se você é chegado, divirta-se!


2010 – México. Lembro bem como o EP (2012) de estreia desta banda pegou uma galera de jeito, o mundo do revival ainda não era tão agigantado, além do mais, o peso e a magia daquele play era contagiante. Após isso, a banda atravessou um mar de dificuldades, fizeram uma vaquinha virtual para poder lançar o seu debut, o que aconteceu em dezembro de 2016, e, sem sombra de dúvidas, é um dos melhores discos lançados naquele ano.


2011 – Itália. Mais uma dose de escola italiana na parada, marretação e fritação banhada em peso, a banda conta com um disco, 2º uma mensagem em seu facebook, eles até têm material gravado pro 2º disco mas tão de boa dessa feita, a banda tá desativada.

Uma inédita (que faria parte do disco seguinte)  –


2011 – França. A França não é um país tão fluente na linguagem que se aborda aqui, um fato curioso sobre as bandas que topo daquele país, é que quase sempre, as tais flertam com a modernidade sonora, um fato que pode ser comprovado no disco abaixo.


2011 – EUA. Torto, fritado e chapado, é o que este quarteto se propõe a fazer em seus 2 discos, o debut é completamente instrumental, curto em vista do seguinte, além do comprimento das faixas, pode-se dizer que é mais experimental, começa nos anos 60 e vai transitando até atingir a modernidade.


2012 – Alemanha. De longe, esta banda lembra os gregos Universe217, o som é ardido, embalado por uma doce e sombria voz feminina que por vezes é acompanhada de urros em gutural, por vezes, também lembra os noruegueses In The Woods… por suas guitarras, lançaram apenas 1 disco até o momento.


2012 – EUA. Além da psicodelia, este trio cai na onda do chamado Space Rock, uma voz feminina açucarada e brisada, contam com pouca coisa lançada, ainda não debutaram, fizeram uma versão interessante para a famigerada Love You to Death dos finados TON.


2012 – EUA. Rústico e azedo, carregado de fuzz e maconha pra fazer a sua mente.


2012 – Austrália. Como você pode ter sacado, tamo na década de 2010, a partir daqui, uma caralhada de banda vai contar com apenas demos, EPs, singles, splits, o caralho a 4… por isso, as apresentações serão mais rápidas, até porque, creio que o que realmente importa aqui é o som, foda-se o blablabla! Então sacaê, uma galera da terra do cangurú (perneta) adorando Satan, maconha e riffs sebosos.


2012 – EUA. Este trio começou a jornada lançando um disco já de cara, não cheiraram nem federam de começo (mesmo que o som seja um arregaço), após um split com os Goya, em 2015… um pouco mais de atenção na praça, em 2017 é lançado o 2º full, aí os mano mostraram que tavam afim de chutar uns cus, playzão, chapadaço, pedalzão duplo pedalando no seu cérebro (algo até que incomum), tão fazendo show até na puta que pariu, cai na onda deles aí abaixo. Os mano são bons em escolher capas hein, diz aê…


201? – Canadá. Daquelas bandas pra você por um filme cvlt de terror, deixar no mudo, por o som desses mano e deixar rolar, sério, casa bem com isso. A parada é obscura, mofada, roupas de brechó, entre paulista e vila madalena uahahaha… sem ofender a banda é claro. O som em si, é rústico, meio Mountain Witch, meio Salem’s Pot, dada a dica, segue os 2 discos lançados até o momento.


2012 – Irlanda. Da terra dos bons mininus do U2, um quarteto seboso, rifferama abstrata, uma voz azeda e uma cozinha que te marreta a massa cinzenta sem nenhum carinho. Ouvi muito o debut dos lek, lançado em 2015, posso dizer sem medo que foi um dos discos mais zicas lançados naquele ano, duvida? Ouça e tire suas próprias conclusões.


 

Que Coffin Joe vos amaldiçoe – G.Z/SUD

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s