REVIEW & FULL STREAM: CARBO – “The In-Between” (2017)

carbo-the-in-between-cover

(review por Matheus Jacques)
(obrigado a Leonado Moore da Carbo pelo envio do material!)


CARBO – “The In-Between

Tracklisting:

1.Tape 01 – Run – Intro
2.Electric Heritage
3.Dragonslain
4.Teenage Lust
5.The Boogie
6.Tape 02 – Crossing the Lines – Interlude
7.Mama
8.Borderline
9.Tape 03 – Downfall – Interlude
10.Put a Little Fire
11.Heavy Rain
12. Tape 04 – Below – Interlude
13. Time Devour
14. Daring Gent or Mindless Fool
15; Slide and Razorblade – Interlude
16.The Arsonist


Formada em 2011 em Volta Redonda (RJ), a banda Carbo é uma dessas novas bandas do cenário brasileiro a carregar adiante a bandeira do heavy rock. Stoner Rock “seco e reto”, elementos inerentes ao cenário grunge e ao rock noventista, se você tambem quiser encarar e botar a nomenclatura de “rock alternativo” em algumas partes… Enfim. Rotulações não são o mais importante nessas horas. Aliás, são o de menos: na verdade, com seu album de estréia The In-Between“, o mais importante é saber que o trio leva a parada adiante com rock´n roll sem firulas e devaneios.

The In-Between” é ríspido, cru, empolgante e pleno de energia. Leonardo Moore (guitarra e voz) com seus riffs afiados e ótimo vocal e Andre Leal (bateria) com sua condução sólida e segura estão juntos atualmente tambem na bandaça Stone House on Fire. Maria Mergener completa a substancial formação da banda com competentissima atuação no baixo e no backing vocal. Isso resulta em variados grandes momentos no album. A faixa de abertura “Electric Heritage” é um vibrante cartao de visitas para esse trabalho numa linha de stoner rock mais direta e “arenosa”, estradeira. A construção melódica se conecta muito bem ao peso da faixa, e por alguns momentos me remeteu à sonoridade da banda sueca The Quill. “Dragonslain” evidencia uma pegada “motorhediana” bem bacana. “Mama“, talvez a primeira faixa divulgada desse trabalho e que recebeu um videoclipe, é um dos grandes momentos do trabalho e tem um refrão grudento e poderoso alicerçado em bom trampo vocal e base instrumental muito bem moldada e encorpada.

Seguindo no trabalho, ainda temos ótimas faixas como “Borderline“, com mais um desenrolar pegajoso e bem construido dotado de um bom groove; a mais introspectiva “Put a Little Fire“, que consegue imprimir uma diferenciação das anteriores e apresentar um lado bem mais compassado e “sentimental” (e os três tambem acertam bastante nessa linha); “Heavy Rain” ainda nesse seguimento mais desacelerado e que tem o mérito de um excelente solo final; e “Time Devour”, onde a densidade e a timbragem estabelecem contornos bem definidos e mostram uma Carbo quase a “arrastar correntes”, surpreendendo pela capacidade de tambem saberem pesar a mão com boa dosagem nos momentos certos. “The Arsonist” encerra o ótimo album de estréia dos cariocas com uma dose extra de peso e visceralidade.

A produção de “The In-Between” é ainda outro ponto forte, talhada o bastante para não soar dispensável e amadora, mas mantendo um nível de crueza e poder que só tem a acrescentar positivamente e reiterar o próprio estilo musical dos caras. “The In-Between” é uma estréia mais que desejada para uma banda: é um debut que muitos certamente gostariam de ter tido e não conseguiram. Seis anos de diferença entre a formação da banda e seu primeiro álbum se mostraram algo considerável e imprescindível: o tempo, a maturidade e a experimentação parecem ter permitido que a Carbo conseguisse estar suficientemente pronta para lançar um material relevante, vigoroso e com alma, acima de tudo. “The In-Between” é um dos primeiros grandes trabalhos de heavy rock a verem a luz do dia em 2017!


CARBO – The In-Between (2017)
Data de Lançamento: 16/1/2017
CD / Digital
Dinamite Records
Produzido por: Carbo
Gravado, Mixado e Masterizado em Estúdio Jukebox por: Kleber Mariano e André Leal


CARBO é:

Leonardo Moore – guitarra/voz
André Leal – bateria
Maria Mergener – baixo/voz


Carbo
Carbo (BANDCAMP)
Dinamite Records
Dinamite Records (BANDCAMP)

 

 


 

(TRANSLATION TO ENGLISH)

 

Founded in 2011 in Volta Redonda (RJ), the band Carbo is one of these new bands in the brazilian scene to carry forward the heavy rock flag. Dry and “strainght-forward” Stoner Rock, elements inherent to the grungy and 90’s rock scene, or if you also want to consider as “alternative rock” in some parts … Anyway. Tags are not the most important at these times. In fact tags are the less important: actually, with the debut album “The In-Between” the most important thing is to know that the trio carry the things forward non-stop rock’n-roll without flicks and bullshit!

“The In-Between” is harsh, raw, exciting and full of energy. Leonardo Moore (guitar and vocals) with their sharp riffs and great vocal and Andre Leal (drums) with their solid and safe drum-driving are currently also in the band Stone House on Fire. Maria Mergener completes the substantial formation of the band with a really skilled performance in bass and backing vocal. This results in several great moments in the album. “Electric Heritage” opening track is a vibrant “business card” in a more direct and “desertic” stoner rock line. The melodic construction connects very well to the weight of the track and for a few moments referred to the sonority of the swedish band The Quill. “Dragonslain” shows a very good “motorhedian” footprint. “Mama”( perhaps the first released track of this work and whichreceived a music video) is one of the great moments in the work and has a sticky and powerful refrain based on good vocal and in a very well shaped and full bodied instrumental basis.

Following on the stuff we still have great tracks like “Borderline” with another sticky and well-built development with a good groove; the more introspective “Put a Little Fire” that can print a differentiation of the previous ones and present a much more compassionate and “sentimental” side (and the trio also make a great job in this line); “Heavy Rain” that still in this slower vibe and that has the merit of an excellent final solo; and “Time Devour” where the density and the tone establish well defined contours and show Carbo almost “draggin chains” surprising by the ability to also know how to weigh the hand with good dosage at the right moments. “The Arsonist” ends the great debut album of these trio from Rio de Janeiro with an extra dose of weight and viscerality.

The production of “The In-Between” is yet another strong point, tailored enough not to sound dispassionate and amateurish but maintaining a level of crudeness and power that only has to add positively and reiterate the very soulful musical style of the guys. “The In-Between” is a more-than-wanted debut for a band: it’s a debut that many would most certainly have had and did not get. Six years of difference between the band’s formation and their first album proved to be considerable and indispensable: Time, maturity and experimentation seem to have allowed Carbo to be ready enough to launch a relevant, vigorous and soulful material above of everything. “The In-Between” is one of the first great heavy rock works to see daylight in 2017!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.