Brasil Chapado 2016: 8 bandas esfumaçadas, lamacentas e de som torto que arrepiaram nesse ano!!! – Parte II

2016 tem sido um ano ímpar para o universo do rock pesado, chapado, denso e vibrante no país. Muitas tours e odisséias realizadas através do país, bandas do Nordeste desbravando a “parte de baixo” do mapa, bandas do Sul se aventurando por territórios da parte de cima, e principalmente, novos albums. Novas bandas vêm surgindo com material fresquinho e impactante, e bandas com bom tempo de estrada lançaram novas incursões de qualidade pelo submundo do rock chapado.

Essa pequena “epopéia” da Stoned Union Doomed buscará mostrar até o fim do ano um pouco do que rolou de mais bacana em 2016 em se tratando de novos albums e EPs lançados por bandas nacionais. E como já deve estar bem claro, mais claro que cristal, o rock respira muito bem sem aparelhos no submundo, obrigado! Confira agora mais um pouco das novidades de 2016, com mais 8 bandas nessa segunda parte da BRASIL CHAPADO 2016!!


NECRO

1necro

O trio alagoano Necro, originalmente Necronomicon, anda dispensando apresentações.

Contando com três talentosos músicos, ainda sob o nome Necronomicon lançaram o baita “The Queen of Death” em 2012, com toques de Doom metal e Música Progressiva. Em 2014 lançaram o excelente e chapante “Necro“. E nesse ano, estão chegando ao ápice da parada com suas ótimas participações junto aos islandeses da Vintage Caravan no Abraxas Fest e com seu novo album “Adiante“, mais um maravilhoso momento dos caras onde entregam uma obra-prima com inúmeras influencias marcantes convergentes e com um indefectível toque de brasilidade.

Adiante”  nem foi lançado oficialmente, sai ainda nesse ano. Mas já conferi e digo: esperem pelo melhor do melhor!

FACEBOOK


THE MOUNTAIN SEASON

2themountain

O power trio carioca The Mountain Season de Petrópolis é mais uma ótima banda que anda ascendendo rapidamente nesse cenário do rock underground brasileiro. E a exemplo da supracitada Necro, os caras tambem já andaram fazendo as “honras da casa” para alguns gringos em tour pelo Brasil: junto com a banda Psilocibina, acompanharam os americanos da Radio Moscow em sua passagem por Petrópolis/RJ no início desse ano

Sobre a sonoridade, os caras mesclam tanto os elementos mais clássicos quanto alguns mais modernos do Blues, com toques de Stoner Rock e algumas nuances associadas ao Grunge. O som dos caras vai na veia de bandas como Radio Moscow, Soundgarden, Left Lane Cruiser e Five Horse Johnson, sendo um prato cheio para ouvintes dessas bandas. “The Mountain Season” é o ótimo album de estréia dos caras e saiu recentemente.

FACEBOOK


     INVERTED CROSS CULT

    6inverted

   Seguindo pela linha mais pesada e sombria,  o quarteto paulista Inverted Cross Cult foi    uma banda com a qual tive contato recentemente ao receber um email de seu guitarrista e backing vocal Guilherme Rufus, mostrando o som da banda. E como uma grata surpresa nesse ano, fui apresentado a um album arrastado, denso e tenebroso que associa Doom Metal, Sludge Metal e Death Metal em um trabalho concreto e promissor de sete faixas, ressaltando a força do Brasil em tambem apresentar boas bandas associadas de alguma forma ao Metal Extremo. Inverted Cross Cult é uma boa pedida para quem curte bandas como Carcass, Crowbar, Autopsy e Acid Bath e seja um ouvinte contumaz de Sludge Metal.

FACEBOOK


MARTE

4marte

Com fortes influências do Stoner e do Metal Progressivo, o trio curitibano Marte dispara uma potente sonoridade “quebrada” e fora da linha, tendendo ao estilão “Jam Band” e deixando que os caminhos se tomem por conta própria, de certa forma, fazendo com que suas músicas não caiam no previsível e tomem rumos interessantes. Entre algumas influencias notáveis, dá de conferir toques de bandas como Baroness e Mastodon no som dos caras, que são presenças constantes nos rolês undergrounds do Sul e já contam com uma porrada de shows no currículo. Seu álbum “Marte” saiu em Março de 2016, e outro ponto de destaque são as marcantes letras em Português!

FACEBOOK


STOLEN BYRDS

3stolen

A banda Stolen Byrds, oriunda de Maringá/PR e formada em 2011, trouxe em 2016 seu segundo álbum, “Stolen Byrds“. Se em 2014 os caras ja haviam entregue o bacana “Gypsy Solution“, uma peça de Hard Rock bem pensada, amarrada e produzida, com esse novo trabalho os caras dão o “passo adiante” e consolidam seu grande potencial ao exibir um Hard Rock (ora setentista, ora oitentista) com reminscências de Blues e com algo atrelado ao Stoner Rock. Vem à mente nomes como Lynyrd  Skynyrd, Free, Foghat, Whitesnake, The Cult e outros mais recentes como Rival Sons.

Os caras tambem são bem ativos na cena, com um grande número de giros, e inclusive realizam seu próprio fest, o Stolen Fuzztival de Maringá, que está em sua terceira edição nesse ano!

FACEBOOK


MOTOR CITY MADNESS

5motorcity

Os gaúchos da Motor City Madness começaram as atividades em 2012 e em 2013 já apresentaram “Motor City Madness“, o seu primeiro álbum de estúdio. Rápido, rasteiro, direto e cru, 11 faixas de um punk/rock´n roll de alto calibre, envenenado e incendiário com um pé na sonoridade de bandas como Mc5, Stooges e Hellacopters, aquele rockão empolgante dos bons. No ano seguinte vinha “Dead City Riot” e mais 11 faixas explosivas e aceleradas.

E agora em 2016 veio “Gravediggers“, o terceiro trampo dos caras, um EP de 5 faixas que segue a mesma linha dos trabalhos anteriores e capricha na timbragem e na energia para mais alguns (breves) momentos de frenesi e violência. Ou como gosto de falar, “Stoned punk´n Roll”!!

FACEBOOK


OLD STOVE

7oldstove

Vindo de Vitória da Conquista na Bahia o trio Old Stove carrega em sua música a veia pulsante e marcante do Stoner Rock com sua dose generosa de fuzz e a psicodelia bem presente, principalmente no vocal de João Gabriel.

Com um som denso e caprichado, a banda demonstra ser bem mais adepta do arrasto e da cadência do que da explosão, e ainda assim entrega uma performance louvável de “rock chapado”aos ouvintes. Sucedendo #1, seu EP de estréia, “Parallel Lines” é o debut desse ano da banda, conta com 10 faixas e apresenta um Stoner Rock de bastante qualidade inspirado em nomes como Kyuss, Black Sabbath e que me remete tambem à banda americana Black Lung

FACEBOOK


QUARTO ASTRAL

8quarto-astral

Pra fechar o “Brasil Chapado 2016“, mais uma banda “véia de guerra” do rolê: Quarto Astral.

A banda de Candeias/PE explora as diversas possibilidades do rock progressivo, da psicodelia, do blues e do jazz, das décadas de 60 e 70, e também usando mão de toda sorte de improviso e liberdade criativa para entregar apaixonantes performances lisérgicas que possuem apenas um início, sendo que o resto apenas flui de alguma forma e chega ao seu fim dado o momento certo. Buscando influências em nomes como Hermeto Pascoal, Mahavishnu Orchestra, Jimi Hendrix, Pink Floyd, Led Zeppelin, Gentle Giant e outras, os caras têm na bagagem “Árvore” (2012), “Quarto Astral na Quinta Dimensão” (2014) e o novo trabalho “Fenda Uni-Verso”, seu excelente novo álbum que saiu nesse ano. Os caras também são dos que já fizeram muitos giros, tours e participações em festivais pelo país, tendo tocado com nomes como Mutantes, Alceu Valença, Hermeto Pascoal e Radio Moscow (EUA) 

FACEBOOK

Anúncios

5 comentários sobre “Brasil Chapado 2016: 8 bandas esfumaçadas, lamacentas e de som torto que arrepiaram nesse ano!!! – Parte II

  1. Gilberto Imbrosio

    Valeu pelo belo trabalho de impulso à cena do rock e às bandas brasileiras, maioria independente, que conduz com suor e sangue essa cena adiante, com apoio de poucos, a exemplo do de vocês.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s